Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Saint Denis, Haiti: Emergência de Cólera

O surto de cólera que assola o Haiti teve início em Saint Denis, pequena cidade do centro do Haiti. De lá, a epidemia se espalhou pelo país. Em 17 de novembro, autoridades de saúde já contavam mais de mil mortos. Médicos Sem Fronteiras trabalha para responder à emergência, com uma equipe de mais de mil pessoas, entre profissionais internacionais e haitianos.


Na manhã de domingo, 7 de novembro, um pai trouxe seus dois filhos doentes para o hospital local de Saint Denis, uma cidade pequena no centro do Haiti. Seu filho de três anos estava especialmente doente e sofrendo com sintomas de cólera.


MSF preparou uma área o tratamento de cólera, mas o local ainda não estava liberado para atendimento. O pai e seus filhos esperaram durante horas para que a área fosse aberta. Outras pessoas com sintomas de cólera também esperavam no local.


A equipe de MSF também ficou trancada do lado de fora do portão. MSF conseguiu transportar as crianças e seu pai, junto com outras cinco pessoas com suspeita de cólera para outro hospital na região de Petit Rivière, onde MSF está atendendo.


Saint Denis é uma área rural na região do rio Artibonite. A epidemia de cólera que o Haiti está enfrentando atualmente teve início nessa região. MSF começou a tratar pacientes lá assim que os primeiros casos foram confirmados, em 19 de outubro.


A cólera pode matar se não for tratada rapidamente. Os pacientes podem ficar com desidratação aguda, consequência do vômito e diarreia incontroláveis que a doença causa. Mas o tratamento – hidratação oral ou intravenosa, quando necessário – normalmente cura o doente em dois dias


Depois que a ambulância de Saint Denis chegou à Petite Rivière, os dois irmãos que haviam sido levados pelo pai receberam tratamento para a cólera e se recuperaram.


Médicos Sem Fronteiras continua a trabalhar em sua capacidade máxima para responder ao cólera. Mas MSF alerta que a epidemia não está perto de acabar e pede que outras organizaçõs humanitária atuem contra o surto.

2 comentários:

Be yourself! disse...

Valeu por me adicionar no Twitter, amei seu blog, muito criativo. Por favor me siga no meu =D Abraços

Ju Moreira disse...

Nós temos que sair realmente da nossa zona de conforto e começar a se preocupar com os problemas existentes ao nosso redor.

Related Posts with Thumbnails