Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 28 de maio de 2011

O medo mora no desfecho

Frase que não entendo:

"Deus ama o pecador, mas não o pecado." 

Sim ela tem um sentido verdadeiro. Mas pergunte o desfecho à quem pronuncia ela.

O desfecho é o seguinte:

Se o pecador continuar pecando, este amor não será suficiente para evitar mandá-lo para o inferno. 

É interessante isto, porque dizem que não há nada que eu faça para merecer o céu. E eu concordo. Não é por merecimento, e sim por Graça. 

Mas então porque existe algo que eu faça que me torne merecedor do inferno?

Entenda uma vez por todas:

Isto é Graça.

E é por tão aterrorizante Amor incondicional que me sinto livremente levado a não praticar o pecado. Não é mais o medo que me leva a evitar o pecado. Eu não vou mais praticar o pecado por medo do inferno, ou pior, por medo de perder o Amor de Deus (nunca vamos perdê-lo), mas porque sei que em suas palavras existe uma mensagem de vida eterna.


A pessoa que compreende realmente a "constrangedora" Graça nunca vai abusar dela.

Vai amá-la.

2 comentários:

Fabi... disse...

Forte isso e muito objetivo só podemos agradecer porque é de graça esse amor, e ainda o negociamos o tal do "SE", "TEM NADA HAVER", "QUE QUE TEM?", enfim: GRAÇA È GRAÇA...

Daniel Graco disse...

muito bom... a graça nos constrange a reconhecer o amor de Deus e a retribuí-lo.

Related Posts with Thumbnails