Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Eu acho que vi o Reino

William Borges Romanini

Em Mateus 6-33 Jesus nos fala -Busquem pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça, e todas as demais coisas lhes serão acrescentadas

Interessante por que ele diz isso logo após nos mostrar as bem-aventuranças que são uma palhinha de quais valores deveríamos nos alimentar e busca-los até que esses façam parte de nós. E também após nos alertar de valores e ações pelas quais não devemos nos apegar, pois as mesmas não coincidem com os ensinamentos e a proposta de vida apresentada por Jesus. Aliás, particularmente os capítulos 5, 6 e 7 de Mateus são o meu manual de vida.

Mas essa coisa de buscar o Reino, como é?

O Reino é algo a buscar-mos pra depois de morrer? Ou seria algo a buscar-mos trazer do céu pra cá? O Reino já não é aqui?

Esses dias eu vinha do serviço pela av.Berrini como de costume quando entrou um homem, com uma mochila bem grande, sujo e despenteado; E assim que ele pediu pra passar por baixo eu já desconfiava que fosse mais um desses pobres pedintes, então tirei um fone do ouvido e baixei um pouco o volume do celular onde eu escutava música, música, aliás, que a letra terá muito haver com esse momento, mas citarei logo à frente.

Eu tinha R$3,50 na minha mochila de moedas, que eu usaria para comprar pão e tomar café no dia seguinte, então pensei em pegar um real para ajudar o rapaz. Mas alguma coisa estava acontecendo ali e eu não conseguia saber o que era. Ele era sim mais um pobre andarilho pedinte, porém ele falava diferente do que vemos, sim foi educado como todos costumam ser, mas ele não tentou passar aquele ar de coitadinho, foi breve e direto.

-Pessoal, me desculpem por isso aqui! Sei que a maioria aqui está cansado e vindo do serviço mas eu não tenho opção, tenho que vir aqui pedir porque estou com fome, quem puder me ajuda eu ficarei agradecido.

E somente com essas palavras veio se dirigindo ao fundo do ônibus e quase nem sequer olhava nos olhos dos passageiros para ver se alguém se prontificou á ajuda-lo. Nesse momento algo já falava comigo, mas ainda não sabia o que era, mas resolvi dar todo os meus R$3,50, pois tive uma consciência em que lá onde eu trabalho nos é servido á vontade, biscoitos, chocolate quente, e muitas coisas onde poderia substituir pelo pão com qual compraria com aquele dinheiro.

Ao mesmo tempo em que esperava ele chegar até mim eu ouvia uma música, o nome dela é súplica cearense do novo álbum do O Rappa, como eu já tinha me ligado na letra eu tinha colocado pra ficar repetindo no celular, e isso acabou fazendo parte daquilo que eu estava vivendo ali.

Quando ele chegou até mim eu entreguei o dinheiro na mão dele, e ali ele me agradeceu com a seguinte frase.

-Obrigado, que Deus continue fazendo de você uma benção ao teu próximo!

Ali já meio que parei, como se fosse possível prestar mais atenção ainda no que ele falava, e do mesmo jeito que respondi - Amém mano isso é o que eu realmente busco - começou um diálogo entre nós, aliás, nem diálogo foi, fiquei tão pasmo que nem falei, simplesmente o ouvi.

Ele começou a me contar uma história que era mais o menos assim.

-Eu vim de Minas pra trabalhar aqui, mas não deu certo, não tenho dinheiro pra voltar, por isso fico andando por ai nos ônibus e assim conseguir algo pra comer, mas Deus vai me mostrar uma saída por que eu acredito nele.

Esses dias eu estava com muita fome mesmo e acho que Deus tava a fim de testar minha fé, mas eu sou ligeiro. Entrei em um ônibus para pedir e Deus colocou no coração de um rapaz de me dar R$5,00 e assim que desci do ônibus tinha um comércio que vendia marmitex por exatamente R$5,00. Mas olha só. Quando eu sai de lá com a marmitex na mão, lá do outro lado da rua tinha uma moça nova ainda com uma criança no colo pedindo no farol, e eu fui lá e dei minha marmitex pra ela.

Até ai eu já estava anestesiado vendo aquele cara falar comigo, pois aquilo parecia que ele falava de dentro, não parecia mentira, e citava sempre Deus a todo o momento. E ao fundo eu ainda tava com um fone no ouvido e a letra dessa música falava como se junto com o rapaz e tudo combinava, parecia se encaixar, e eu ali meio besta. Mas ainda não acabou, ele continuou dizendo:

-E bem na hora que eu voltei, você não vai acreditar, mas tinha uma nota de R$50,00 bem na calçada que tinha acabado de passar, eu olhei pros dois lados e não tinha ninguém, e eu sei que Deus usou aquela moça pra abrir essa porta pra mim eu sei disso.

Eu fui lá e comprei outra marmitex e fui e dei R$25,00 do troco pra ela, claro né se eu não tivesse falado com ela não ia voltar e não ia achar os 50. E também eu tava era com fome só, pra mim naquela hora 50 era mais que o suficiente e ela precisava muito mais que eu. Mas eu aposto que se fosse qualquer outra pessoa nem ia reparar nela do outro lado pedindo dinheiro com um nenenzinho.

E eu além de ficar com um prato de comida ainda fiquei com R$20,00 ta ótimo né?

Uma moça que estava no banco de trás que eu estava escutou a conversa e deu pra ele um pacote de bolacha água e sal, ele abriu o pacote, ofereceu pra mim e a todos ao redor, e nesse momento o ônibus parou no ponto e ele desceu rápido e só deu tempo de falar -Fiquem com Deus.

Eu simplesmente não consegui responder, e quando olhei para os lados as pessoas escutaram ele falando e estavam todos quase como eu, meio paralisados, e ele em todo momento falou aquilo olhando pra mim, talvez nem tenha reparado nos outros.

Não sei se aquilo é de fato verdade, mas mesmo se não for aquilo falou comigo e com mais algumas pessoas que escutaram. Sinceramente não creio que é mentira por que ele falava diferente, falava de dentro e demonstrava uma fé e um temor a Deus muito grande.

Mas o que eu quero dize é:

Como na letra da música ele é mais um que crê sinceramente em Deus, que demonstra o que realmente significa o temer a Deus, não por medo, mas um respeito, uma consciência do nosso tamanho e posição para com Deus.

Porém como na música, será que orou errado pra vida dele estar assim?

Acho que ele não orou errado, e acho que como na música esse tipo de pessoa tem um valor inestimável aos olhos de Deus, o socorro dele vem sim do céu, o Espírito Santo com certeza está junto com ele. Por que a meu ver, a capacidade de reparar, se solidarizar com a moça, por mais necessidade que passe, enxergar alguém mais necessitado ainda, e continuar sua jornada sem olhar pra Deus e perguntar: Por que comigo? ou, O que foi que eu fiz? Isso é um sinal claro do Reino entre nós, amar Deus por Ele mesmo.

Ele pode nem perceber, mas ele foi o resumo do sermão do monte. Ele foi o que eu acho que Deus quer de nós. Ele é alguém que têm a causa de Cristo implantada em sua vida. Ele é um crente de verdade.

E se o tal Reino for literalmente ir para um céu andar em ruas de ouro etc... Eu prefiro ficar por aqui rodeado de pessoas como esse cara que eu nem sei o nome. Pois pra mim esse tipo de Reino tem muito mais valor.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails