Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 17 de outubro de 2009

Hoje é Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza



ONU quer conjugação de  esforços para fazer frente à pobreza
ONU quer conjugação de esforços para fazer frente à pobreza

Luanda – Assinala-se hoje, 17 de Outubro, o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, instituído por uma resolução de Dezembro de 1992 da Organização das Nações Unidas (ONU).

O Dia é uma manifestação de mais um esforço internacional para conjugar forças e assegurar a busca de soluções para fazer frente à pobreza e ao subdesenvolvimento.

Numa mensagem, por ocasião da data, a ONU sublinha a necessidade de se criar uma verdadeira aliança mundial para lutar contra a pobreza, na qual participem, activamente, tanto os países desenvolvidos, tanto os em desenvolvimento.

O mundo, segundo ainda a mensagem, alcançou progressos reais, embora insuficientes, no domínio da realização dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio.

“Apesar de a pobreza extrema ter diminuído, entre 1990 e 2002, passando de 28% para 19% da população do mundo em desenvolvimento, os progressos foram desiguais entre regiões e países, e até no interior do mesmo país ou região”, lê-se no documento.

Em grande parte da Ásia, os avanços económicos e sociais permitiram que quase 250 milhões de pessoas saíssem da miséria absoluta. Contudo, as taxas de pobreza não variaram na Ásia Ocidental e no Norte de África, enquanto aumentaram nas economias em transição da Europa Oriental e na Ásia Central.

O documento indica que a África Subsariana é a região onde se registra o maior atraso, pelo que é improvável que alcance o Objetivo de Desenvolvimento do Milénio, que consiste em reduzir a pobreza extrema para metade até 2015.

É preciso redobrar os esforços para fazer frente à pobreza e ao subdesenvolvimento.

Na mensagem a ONU apela os países desenvolvidos a cumprirem os compromissos assumidos em matéria de Ajuda Pública ao Desenvolvimento (APD) e de redução da dívida.

Solicita os países em desenvolvimento a darem prioridade aos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio e, caso ainda não o tenham feito, adoptar estratégias nacionais para os alcançar.

"Lamentavelmente, a parceria mundial para o desenvolvimento é mais feita de palavras do que de actos. Esta situação tem que mudar. Todos os principais agentes de desenvolvimento – governos, setor privado, sociedade civil e pessoas que vivem na pobreza – devem conjugar forças e lutar juntos contra a pobreza, de modo a elevarem o nível de vida e atenuarem o sofrimento humano".

A campanha que visa fazer da pobreza uma coisa do passado é um desafio moral essencial do tempo e não pode ser a missão de apenas alguns. Pelo contrário, deve congregar a maioria.

Por ocasião do Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, a ONU solicita os países a aderirem a luta para se alcançar progressos reais e suficientes para acabar com a pobreza.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails